PORTAS E JANELAS

Em cada história há uma porta, uma janela.



Portas abrem-se e fecham-se.
Há de ter um vento, uma mão.
Atrás da porta o relato de uma história que ainda será contada.
Finais felizes, tristes ou inacabados.
Quem saberá ao certo?
Qual trilha sonora levará ao melhor caminho?
A que responde a uma batida insistente ou a que açoita a porta?
O vento sopra e varre esperanças, sonhos, desejos... traz o medo e a insegurança em suas asas. 
Mas onde há porta há janela.
Numa corrente de ar, tudo oque vem vai.
Ao fechar a janela, preserva-se o bem que a brisa traz.
Sempre haverá um dia, uma hora, uma estação, um momento dentro do tempo que mora atrás da porta, que será seu.
Sua história, seu caminho, sua porta.


Por Solange Lima

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FOBIA DE LAGARTIXA

LAGARTIXAS(o monstro do pântano) - COMO VENCER O MEDO

ABUSANDO DA BOA VONTADE