Postagens

Mostrando postagens de Junho 11, 2012

HÁ UM LIMITE?

Imagem
Em nome do amor, fazemos coisas que até Deus duvida. Deve haver um limite para as atitudes insanas que tomamos sob a regência do amor? A energia inebriante do amor muitas vezes não nos permite discernir o momento de dizer sim ou não. Aplicar-se a compreender e aceitar posicionamentos distantes de sua realidade moral em nome de um olhar mágico, que enxerga o milagre onde ninguém mais consegue enxergar, exige um desprendimento e uma entrega exaustiva. O quanto é válido e saudável se exaurir em nome do amor? Deve-se amar e aplicar-se a fortalecer esse amor quando não há um retorno? Será que o amor é capaz se sobreviver com toda a força sem que haja um cultivo? Acredito na força do amor, acho que ela é capaz de quebrar geleiras que habitam certos corações.
A questão é, quanto tempo uma pessoa pode ser capaz de suportar a indiferença do ser amado. Esse é um sentimento envolto em mistérios, capaz de tornar tolo o mais sábio dos homens. É necessário um tanto de sabedoria, aliada a uma generosa porção…