Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 18, 2012

MONÓLOGO DA RAZÃO

Imagem
Tanta coisa pra dizer e a gente nem se fala. Sempre correndo, tentando colocar cada coisa em seu lugar, e quanto mais tenta, mais desordem causa. Tenho notado sua angústia e sei que poderia ser útil, mas respeito sua decisão de ser auto suficiente. Conheço seus delírios, suas utopias e suas mentiras sinceras. Cada vez que me desprezas me acorrentas. Ah, se pudesses me ouvir. Um minuto que fosse. Mostraria o quanto te gosto e o tanto que lamento por seus enganos. Reconheço sua beleza, mas me incomodo com seu excesso de simplicidade. És capaz de elevar-se aos mais altos montes, mas preferes esconder-se atrás de planícies. E por mais que eu grite para chamar sua atenção; por mais que me vista de lucidez ou desnude minha insensatez, me ignoras com convicção. Talvez por que tenhas notado que dando-me ouvidos terás que partir em direção a um novo lar. Restaurado, transformado, limpo, amplo e ventilado. Sei de teus medos em torno das mudanças. Sempre que se atreves a mudar, arrasta um ou ou…