contato

A liberdade da solidão é a segurança de não ser compreendido, pois aquele que nos compreende escraviza alguma coisa em nós.(Khalil Gibran)



Whatsapp - (13) 98129 3515

O blog da Solange Lima Headline Animator

traduza este blog para o seu idioma

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

QUEM ESTAVA LÁ?

Hoje é dia de balanço

Aos 41 anos me dei conta de que dos 10 em diante tive uma única pessoa presente em minha vida em todos os momentos. 
Com nosso jeito todo peculiar conservamos nossa história e nossa amizade ao longo dos anos.
Quem estava lá quando eu dei meu primeiro beijo? Ela
Quem estava lá quando eu operei a garganta? Ela
Quem estava lá quando tive meu primeiro namorado? Ela
Quem estava lá quando eu sofri a minha primeira dor de amor? Ela
Quem estava lá quando eu casei? Ela
Quem estava lá quando eu tive minha filha? Ela. Foi me visitar no hospital, depois em casa e esteve bem pertinho enchendo minha pequena de carinho.
Quem estava lá quando eu separei? Ela
Quem estava lá quando eu estreei no palco como atriz? Ela. Que veio de Curitiba só para me ver atuar no teatro por uma noite, fazendo-se presente em dos momentos mais importantes da minha vida.
Quem estava lá no pior momento da minha vida, quando meu irmão adoeceu? Ela, que mais uma vez veio de Curitiba, só para visitá-lo. Chorou muito comigo e também me fez rir muito para tentar aliviar a dor.
Quem me consolou incansavelmente quando meu irmão faleceu? Ela.
Quem confia em mim para abrir seu coração? Ela
Quem torce por mim e fica feliz com o meu sucesso? Ela.
Em todos os momentos da minha vida, os felizes, tristes, nas vitórias e nas derrotas ela sempre esteve lá.
São tantas recordações boas, como ficarmos até a madrugada na porta do apartamento de nossos pais conversando.
Perdemos o sono e ficarmos na janela sussurrando para nossos pais não ouvirem.
Termos os mesmos gostos bregas na adolescência.
Confabularmos sobre como faríamos diferente de nossos pais.
Compartilhar a mesma fé.
Trocarmos ideias sobre os problemas em comum, falarmos sobre nossos filhos, aliás, que mãe ela se tornou, a melhor que eu conheço.
E para nossa felicidade, nossas filhas seguiram nossa história, são amigas também.
Nem mesmo a mudança de estado, a distância geográfica abalou ou diminuiu nossa sintonia.
É por tudo isso e muito mais, que hoje no dia do meu balanço de 41 anos, é inevitável não pensar em você, INGRID CÂMARA.
Obrigada por tudo!
Nem mais 41 anos poderão recompensá-la por tudo oque fez e faz por mim.

REFLEXÃO:
"Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão".
(Provérbios 17:17)
Nossas filhas - Aninha e Gabi

Ingrid na minha apresentação - abraçada a minha personagem(Joana)

2 comentários:

  1. Me sentindo envergonhada, porém feliz, pois Deus não desampara os seus. Linda homenagem e merecida de verdade.

    ResponderExcluir
  2. Será q consigo tc chorando???? kkkkkkkk vou tentar!
    Quanta emoção, e quanta alegria em ler e saber tudo isso, ainda mais em um dia tão especial como esse, dia do irmão e do aniversário dessa minha irmã de coração. Sou uma pessoa privilegiada com ctz. Tenho a melhor irmã de sangue que Deus poderia me dar e ele ainda me deu a melhor amiga que alguém pode ter...Dia mega especial esse, daqui mais 41 anos quero outra dessa hein kkkkkkkkkk.
    São 340km de distância, apenas na geografia, pq no coração, nem 1mm sequer....
    ₢onte comigo Sóla, pois já sei que com vc eu posso contar com ctz.
    Amei a homenagem!!!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário!
solangelimaproducoes@hotmail.com