contato

A liberdade da solidão é a segurança de não ser compreendido, pois aquele que nos compreende escraviza alguma coisa em nós.(Khalil Gibran)



Whatsapp - (13) 98129 3515

O blog da Solange Lima Headline Animator

traduza este blog para o seu idioma

quarta-feira, 18 de abril de 2012

SOU ADULTO MAS TENHO DÚVIDAS

coração apático
Você se sente ou já sentiu-se completamente apático diante da vida?
Sem desejo ou paixão por aquilo que faz ou que precisa fazer?
Estou aqui para dizer que essa sensação não é privilégio apenas dos jovens ou adolescentes.
Ser gente grande é bem mais complicado, vai muito além das responsabilidades e amadurecimento.
Abrange ainda a dificuldade de sentir emoções que a sociedade não lhe permite sentir.
Um adulto em crise profissional, sem saber que caminho seguir, sem forças para produzir, sem paixão pelo que faz, sem rumo e sem expectativas nunca será visto com bons olhos.
Não faltará quem se candidate para conselheiro, ou ainda quem insista em desenhar para você tudo aquilo que você já sabe. 
Nunca irão entender que simplesmente está passando por momentos emocionais que fogem do seu controle e vão contra a sua razão.
Se esses momentos levarem um bom tempo então, aí sim você é taxado de preguiçoso, irresponsável e coisas que o valham.
Os discursos são sempre em torno do obvio:
-Olha o seu talento! Como pode uma pessoa com tantas qualidades está desse jeito?
-Vamos, eu acredito em você! 
-Você pode, você consegue!
Tudo isso soa como barulho de lata vazia sendo arrastado pelo chão. É só barulho.
As intenções são as melhores, mas falta a compreensão.
Quando se passa por um processo desses, nem mesmo a própria pessoa se entende.
E agora, o que fazer?
Se fosse como na ficção poderíamos chamar o Chapolin Colorado para nos defender.
Mas a verdade é que crescemos, somos adultos e agora os problemas são reais e nos pertencem.
Por mais conselheiros, amigos e acusadores que surjam em nosso caminho o problema ainda será só nosso.
E o tempo não para, não releva e não muda as coisas.
Tudo o que ele faz é te mostrar que a vida está passando junto com a sua vitalidade e as pessoas estão chegando a seus objetivos enquanto você ainda está aí.
Então, como virar esse jogo a seu favor?
Quem dera ter a receita pronta.
É como ser pais, cada um tem o seu método que vai sendo montado com os sinais emitidos pela vida.
Talvez um bom começo seja esse, focar-se em aprender a ler os sinais.
Buscar serenidade e sensibilidade para ler todos os sinais sem se deixar contaminar-se com o que vem de fora. Olhar para dentro de si tentando escutar a voz que vem de seu coração e acreditar em sua razão mesmo que ela vá em direção oposta a tudo o que lhe disseram.
Ainda que choque a tudo e a todos.
Mesmo que seja o único no mundo. As grandes coisas nascem do nada, são criadas, as vezes restauradas, reaproveitadas, mas sempre surgem de mãos que ousaram lhes dar vida.
Por tanto, se sente-se perdido ou sem paixão pela vida lembre-se que não é o único no mundo e que todas as saídas e respostas estão em você mesmo.
Se veja, se ouça, se respeite!
Ter medo, dúvidas, perder a paixão pelo que sabe fazer, sentir-se sem lugar no mundo, não encontrar forças para mudar o que é preciso, ver o tempo passar e mesmo assim não conseguir reagir... tudo isso não acontece só com você. 
E quanto ao que lhe dizem, ouça só o que quiser ouvir por que o problema sempre será só seu.

REFLEXÃO DO DIA:
"Todos os rios vão para o mar, e contudo o mar não se enche; ao lugar para onde os rios vão, para ali tornam eles a correr." 
(Eclesiastes 1:7) - http://www.bibliaonline.com.br/acf/ec/1
  • para entrar me contato com Solange Lima mande e-mail para "oblogdasolangelima@hotmail.com"

Um comentário:

  1. Eu não vou lhe dizer o que não precisa ouvir ou não quer. Você conhece a si mesma e sabe o que sente mais do que ninguém.

    Penso que, se escreveu isso hoje é porque vem sentindo há algum tempo... Esse tipo de sentimento é persistente. Só a paciência, que nessas horas desaparece, pode ajudar. Acho que é mais uma fase ruim, que vai embora logo. Porque se a gente pensar que nã vai ser rápido, pira. Eu mesma já quase pirei e me sinto assim, exatamente como você.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário!
solangelimaproducoes@hotmail.com