contato

A liberdade da solidão é a segurança de não ser compreendido, pois aquele que nos compreende escraviza alguma coisa em nós.(Khalil Gibran)



Whatsapp - (13) 98129 3515

O blog da Solange Lima Headline Animator

traduza este blog para o seu idioma

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

A LINGUAGEM DO AMOR

Falando ainda de amor... 
Quero ressaltar as várias maneiras de demonstrar amor. 
Aproveitando que estamos na época em que as pessoas se sentem quase que na obrigação de demonstrar afeto aos mais próximos, e pegando um gancho na postagem anterior "o amor não da em árvores", quero falar sobre a linguagem do amor, para tentar ajudar as pessoas que sentem a necessidade de percebê-lo e têem dificuldade, precisam ouvir uma declaração, tem que ser verbalizado, para saberem que são amadas.
Se você se encaixa nessa descrição, preste atenção no que vem a seguir.
Todos nós temos uma forma diferente de sentir e dar amor.
Alguns escritores renomados falam sobre as 5 linguagens do amor, já ouviu falar?
Isso significa que cada pessoa tem um ou mais tipo de linguagem na hora de expressá-lo.
Por exemplo, há quem demonstre seu amor dando presentes, outros que sintam-se bem passando um tempo de qualidade com quem ama e por aí vai. 
As 5 linguagens do amor são:  

• Palavras de afirmação
• Tempo de qualidade
• Presentes
• Atos de serviço
• Toque físico


Talvez você esteja aí sofrendo achando que seu parceiro não te ama por que espera que ele te agrade com flores, bombons, surpresas em geral. Porém, segundo o coração e a forma de amar dele, ao dizer que você é muito inteligente e a admira, por exemplo, é uma forma de dizer que te ama.
Ou seja, é importante saber decifrar qual é a sua linguagem do amor e qual é a linguagem do amor da pessoa que está se relacionando com você.
Eu por exemplo, se a pessoa disser mil vezes que me ama, me encher de presentes, me dar carinho(no sentido de toque físico), me ajudar em algumas tarefas, mas não passar um tempo de qualidade comigo, ou seja, não estar de fato ali comigo, de corpo e alma, de nada valerá todo o resto. Essa é a minha linguagem do amor.
Para que você entenda bem e possa desfrutar melhor do amor de seu(a) parceiro sem entrar em crise, vou colocar aqui parte de um artigo tirado do site da Ana Mendes Siqueira http://anapmendes.wordpress.com/2008/05/21/linguagem-do-amor 
que explica as 5 linguagens do amor.

- TOQUE FÍSICO: O toque físico é uma das formas mais fáceis de perceber o amor. Você abraça quem é importante para você? Você gosta de andar de mãos dadas com aqueles que você ama? Você fica feliz ao ver receber um carinho na cabeça, nos cabelos ou nas mãos? Geralmente esta é uma das primeiras formas de comunicar amor que aprendemos. Você já reparou que as crianças amam dar beijos e abraços? Ao fazer isso elas estão dizendo que amam mesmo sem falar nenhuma palavra. Se você respondeu sim às perguntas acima, provavelmente esta é a sua primeira linguagem: a forma como você demonstra que ama e como gosta que as pessoas demonstrem que te amam. 

- TEMPO DE QUALIDADE: O tempo de qualidade significa o tempo que você dedica exclusivamente a alguém, sem ter outras distrações por perto. Por exemplo, o tempo que vocês se dedicam à conversa, a assistir um filme juntos, a ver fotografias, a tomar um café, etc. Se você se sente importante, amado, quando alguém abre mão de fazer outra coisa simplesmente para passar tempo com você, provavelmente essa é a sua primeira linguagem. Ao mesmo tempo, se alguém exige sempre a sua presença, e de forma até exclusiva, essa é a principal forma que essa pessoa encontrou para dizer que te ama. 

- ATOS DE SERVIÇO: Sabe aquelas pessoas que se empenham em fazer tudo para agradar? Que chegam a sua casa e lavam a louça, se alegram em ajudar a arrumar o armário e sempre estão prontas a oferecer aquela mãozinha? Essas são as pessoas que têm como primeira linguagem de amor atos de serviço. Ou seja, para elas, o amor está relacionado ao fazer. Essa é uma linguagem muito bonita, porém é preciso compreender que as pessoas devem amar e ser amadas não pelo que elas fazem, mas sim por quem elas são.

- PALAVRAS DE AFIRMAÇÃO: Muitas pessoas precisam ouvir que são importantes, que são lindas, que são inteligentes, que são competentes e divertidas. Isso significa palavras de afirmação, ou seja, a manifestação verbal de sentimentos. Da mesma forma, existem pessoas que sentem a necessidade de dizer sempre o quanto amam seus amigos, o quanto eles são importantes, o quanto são legais. Ao fazer isso, está se demonstrando que palavras de afirmação é a forma de comunicar seu amor. E existem pessoas que precisam dessas palavras para se sentir importantes. Para elas não basta alguém passar tempo, dar presentes ou abraços, elas precisam ouvir o que os outros pensam. 

- PRESENTESQuem gosta de ganhar presentes? Todo mundo. Quem gosta de dar presentes? Nem todos. Presentes é uma linguagem peculiar e não está necessariamente ligada ao valor. Por exemplo, muitas crianças fazem desenhos lindos para os pais, irmãos e tios. Para elas, esses papéis coloridos são preciosos presentes, uma forma de dizer que amam e se importam. Muitas meninas adoram gastar tempo pensando em coisas criativas para presentear: surpresas, cartazes, fotografias, entre outras coisas. Se você é do tipo que sempre que viaja pensa em trazer lembranças para seus amigos, que nunca se esquece de comprar um presente nos aniversários, e que até mesmo se desaponta quando as pessoas se esquecem de te presentear, provavelmente esta é a sua linguagem.

Note que em cada uma das linguagens a autora diz que essa é a sua primeira linguagem do amor, isso significa que você certamente tem outras maneiras de demonstrar seu sentimento e   também de esperar a manifestação da outra parte em relação a você, porém a principal maneira, a que mais te toca é a sua primeira linguagem do amor.
Se identificou com algumas dessas cinco?
Espero ter podido ajudar a detectar a forma de amor que seu(a) parceiro(a), seu(a) amigo(a), filho(a), pai, mãe... está usando para dizer que te ama.
Mais do que isso, espero que a partir dessa conscientização você possa parar de desejar receber o amor da maneira que o dá, entendendo que cada um o expressa e o sente de uma maneira peculiar.
Ame como sabe e receba o amor como lhe é oferecido!

REFLEXÃO DO DIA:
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário!
solangelimaproducoes@hotmail.com