contato

A liberdade da solidão é a segurança de não ser compreendido, pois aquele que nos compreende escraviza alguma coisa em nós.(Khalil Gibran)



Whatsapp - (13) 98129 3515

O blog da Solange Lima Headline Animator

traduza este blog para o seu idioma

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

SINCERIDADE... PRA POUCOS

Estive pensando sobre esse negócio de sinceridade.
As pessoas hipocritamente dizem que gostam da sinceridade. 
- Como fui na minha apresentação? Seja sincero!
Mentira! Ela quer que você minta e diga o que ela quer ouvir, claro.
Partindo do princípio de que esta pessoa está pedindo a opinião da outra em relação a um trabalho realizado por ela, significa que a mesma sente-se insegura e precisa da aprovação do outro, precisa ter sua convicção reforçada, seu talento reconhecido.
Logo, se o outro aponta falhas na execução do trabalho, sua confiança é automaticamente abalada.
Ou seja, as pessoas não estão preparadas para a sinceridade.
Querem ouvir a mentira.
Um amigo meu uma vez me disse que a mulher não está pronta para um homem sincero, que diz a verdade.
Disse que se um homem chega na mulher e fala quais suas reais intenções, ela se choca, se recente e o manda passear, mas se esse mesmo homem chegar com a mesma intenção(nada nobre por sinal) e mente, camufla seus reais desejos, ela o aceita sorrindo.
É obvio que nós mulheres no fundo sempre sabemos quais as intenções do macho caçador mas preferimos fazer de conta que não notamos, só para termos o garanhão conosco. 
É claro que isso custará um preço para ele.
Ela o aceita como é mas começa um trabalho pesado de transformação da espécie.
Toda mulher acha que vai mudar o homem, tadinha!
Não era mais fácil essa mulher ser sincera com ela mesma e aceitar logo o bofe do jeito que ele se apresentou, com toda a sinceridade? 
Não, ela prefere que ele minta e se passe por um "lord"
Isso por que não suportamos nem a nossa própria sinceridade.
Aceitar o homem do jeito que ele se apresenta, sem disfarce, significa dizer pra ela mesma, que gosta de homem cafajeste, canalha. Não da pra suportar tanta sinceridade.
O melhor caminho é enganar-se e dizer que não aceita, esperar o cara mentir sobre suas intenções se passando por bom moço, aceitá-lo e depois começar uma tortura chinesa em prol da mudança do dito cujo, afinal ele não pode descobrir que ela no fundo gosta de seu lado canalha.
Seres humanos! 
Pra que facilitar se pode-se complicar não é mesmo?
Sinceridade...
Você aguenta?

Reflexão do dia:
"Não te desamparem a benignidade e a fidelidade; ata-as ao teu pescoço; escreve-as na tábua do teu coração."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário!
solangelimaproducoes@hotmail.com