contato

A liberdade da solidão é a segurança de não ser compreendido, pois aquele que nos compreende escraviza alguma coisa em nós.(Khalil Gibran)



Whatsapp - (13) 98129 3515

O blog da Solange Lima Headline Animator

traduza este blog para o seu idioma

Sobre Solange Lima

Minha foto

locutora publicitária por profissão e paixão, blogueira por hobby, contadora por um capricho do destino.

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

IMORTALIDADE


E quem foi que disse que o homem não é imortal?
É sim sinhô. Fala para a alma de qualquer um que seja que aquele bem querer que se foi, foi-se de vez. Você vai ver que nunca se vai.
O corpo vai mas o resto todinho fica aqui, bem aqui dentro do peito, espremido que chega faltar o ar.
Eita que o homem não foi preparado para perder quem ama.
Num dia assim qualquer, sem quê nem porque, bate aquela saudade danada, aquela que esmaga o coração, porque saudade mesmo é um dia sim e o outro também.
Amor não tem tempo, nem momento, nem motivos. 
O passado é mais presente a cada dia e passa-se ano após ano e você está bem aqui, bem guardado, bem vivo, bem amado. Meu irmão, meu parceiro, meu amigo, confidente, cúmplice. 
Juntos formávamos as ovelhas pardas da família, agora sou clandestina nas aventuras, falta-me o eco, a gargalhada, a piada, a parceria.
As reuniões familiares tem buracos, lágrimas internas cuidadosamente guardadas para evitar cortes nas feridas adjacentes. Mas a vida está aí, seguindo em frente. E parece que só minhas retinas enxergam o mundo com cores menos vivas, todo mundo caminha intacto. Como? Como assim?
É assim, cada um no seu canto sofre seu tanto. E só quem o sofre é capaz de nomear as cores e driblar as dores.

Dedico esse texto a todas as pessoas que nesse final de ano sentiu falta de um abraço específico e de um cheiro pontual. Força! Se ficamos é porque nos restam propósitos, bora cumpri-los. 



Por Solange Lima - Famosa quem(?) 
e-mail: solangelimaproducoes@hotmail.com 
WhatsApp (13) 98129 3515

2 comentários:

  1. E parece que só minhas retinas enxergam o mundo com cores menos vivas, todo mundo caminha intacto. Como? Como assim?

    Texto muito lindo e triste.
    Mas realmente parece, ... como foi dito, cada qual no seu canto sofre seu tanto.
    Acredito que há diferença sim nos sentimentos (intensidade até por causa das afinidades), mas a principal diferença está em como se manifesta esse sentimento. No meu caso, quanto mais sinto, penso, sofro, ... mais fico introspectiva, no meu silêncio.
    Acredito inclusive que não você necessariamente, mas quem ache que eu não sinta nada, não somente em relação ao Chanço, mas no todo.
    Se soubesse cada crise de taquicardia que tenho quando penso na remoção das ossadas?????? Mas é muito provável que lá eu fique com a maior cara de bunda como se estivesse diante de algo trivial, por incrível que pareça isso também é sentimento.
    #ficaadica para um próximo texto (como você é sgremblow nisso) sobre as diferentes formas de expressar um sentimento.
    Antes que me retorne se explicando, entendi perfeitamente que o texto não foi direcionado para mim, só me expressei para que sua alma de escritora reflita e possivelmente pense nessas diferenças e faça novo texto, assim abrangerá um todo, afinal você pode.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Dica anotada, irei me esmerar para fazê-lo, obrigada!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário!
solangelimaproducoes@hotmail.com