contato

A liberdade da solidão é a segurança de não ser compreendido, pois aquele que nos compreende escraviza alguma coisa em nós.(Khalil Gibran)



Whatsapp - (13) 98129 3515

O blog da Solange Lima Headline Animator

traduza este blog para o seu idioma

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

ENGANO SEU

Sabe quando você quer se enganar?

E que talento temos para fazer isso.
Nos enganamos quando estamos diante de uma decisão difícil, nos enganamos quando temos que dizer não a um sentimento mais nocivo do que benéfico, quando temos que sair de nossa zona de conforto, quando temos que ficar... passamos a vida nos enganando.
É como uma fuga.
Uma forma de adiar sempre, enquanto for possível.
O pior é quando passamos uma vida toda presos em nosso engano.
Sabe aquela situação onde todos te apontam o erro, tentam abrir seus olhos, e só você não percebe?
Com certeza antes que todos vissem você viu primeiro, porém, prefere se enganar, pelas mais diversificadas razões.
Medo, covardia, conformismo, baixa auto estima, amor patológico, círculo vicioso... são inúmeras causas.
O problema de se enganar é que a vida estaciona.
Perdemos oportunidades, deixamos as chances passarem e definhamos na mesmice.
Quanto mais desculpas encontramos para dar, mais assumidamente estamos nos enganando. 
Costumamos sofrer e reclamar quando algo é "tirado" de nós, mas em geral, são nesses momentos que a vida nos dá novas chances de sairmos de nossa zona de conforto e mudarmos o que precisa ser mudado.
Ao invés de aproveitarmos, sentimos pena de nós mesmos e fazemos de conta de que não entendemos o recado, nos enganamos mais uma vez.
E mais outra, e outra e outra... até que no momento em que decidimos deixar de nos enganarmos, queremos tudo pra ontem.
Queremos que tudo se resolva como em um passe de mágica, como se tudo o que deixamos passar estivesse guardado, acumulado esperando por nós.
É difícil olhar para trás e ver que perdemos tanto tempo em uma cadeia de enganos.
A pressa em sair é como uma tentativa de fingir que isso não aconteceu, que nem estivemos ali.
Mas, se levamos tanto tempo construindo essa cadeia, agora é necessário um tempo para desconstruí-la. 
O ideal é vivermos de olhos bem abertos e nunca permitirmos que nos invadam, nos corrompam, nos firam e muito menos que sangrem nossas feridas constantemente. 

REFLEXÃO DO DIA:
"Fiz para mim tanques de águas, para regar com eles o bosque em que reverdeciam as árvores".
(Eclesiastes 2:6) - http://www.bibliaonline.com.br/acf/ec/2


Um comentário:

  1. Sem palavras. Acho que não conseguiria me conhecer assim. Profundo.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário!
solangelimaproducoes@hotmail.com