contato

A liberdade da solidão é a segurança de não ser compreendido, pois aquele que nos compreende escraviza alguma coisa em nós.(Khalil Gibran)



Whatsapp - (13) 98129 3515

O blog da Solange Lima Headline Animator

traduza este blog para o seu idioma

sábado, 11 de agosto de 2012

SERES ANGUSTIADOS

Nós, seres angustiados só estamos bem se houver um problema onde possamos debruçar nossos pensamentos e gastar nossas energias.
Uma amiga outro dia me confidenciou, ao perguntá-la se estava bem, que ainda que tudo esteja perfeito, ela cria um problema para sofrer por ele.
Parece loucura? Todos nós de fato somos um tanto louco. É como se diz: 
"DE PERTO NINGUÉM É NORMAL"!
Minha amiga apenas assumiu sua condição, todos nós o fazemos inconscientemente ou apenas não temos coragem de assumirmos para nós mesmos o quão esquisitos somos.
É mais ou menos como a pessoa que acha que ama a outra e sofre com esse sentimento por diversas razões, mas não tem coragem de por um fim. Acha que é amor, mas no fundo o sentimento aí é outro. 
É amor sim, mas o que ela de fato ama é a possibilidade de amar alguém. 
Como diz a letra de uma música de Roni Von: Eu amo amar você! Na verdade ela ama o sentimento, ama estar com o coração ocupado, pouco importa se está sofrendo ou não, o importante é ter alguém para amar.
Ruim com ele, pior sem ele. Quem já ouviu esse antigo ditado?
É assim que somos. 
Uns assumidamente, outros nem tanto.
O fato é que amamos sermos vítimas, termos uma razão que justifique nossos fracassos, sentirmos pena de nós mesmos, nos sentirmos injustiçados. 
Se eu fosse Freud, diria que isso é consequência da brusca despedida do aconchego do útero de nossas mães. Saímos de um conforto e proteção incomparáveis, para darmos de cara com uma pessoa estranha, que nos bate no bumbum, uma luz que quebra sem piedade a confortável escuridão do útero e uma barulheira sem precedentes.
Daí em diante, é só desconforto e desaconchego, e salve-se quem puder.
Seria essa a razão por sermos uma eterna criança querendo colo?
Chamando a atenção com nossos problemas muitas vezes imaginários ou supervalorizados para que alguém nos dê colo? Ainda que esse alguém seja nós mesmos?
Quando estiver diante de um problema que sugue toda sua energia, se pergunte se esse desgaste é mesmo justificável ou se estás sobre um palco.

REFLEXÃO DO DIA:
"Se te mostrares fraco no dia da angústia, é que a tua força é pequena." 
(Provérbios 24:10) - http://www.bibliaonline.com.br/acf/pv/24
  • para entrar me contato com Solange Lima mande e-mail para "oblogdasolangelima@hotmail.com"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário!
solangelimaproducoes@hotmail.com